Excessos da alimentação e saúde oral durante o mês de Dezembro

Destartarização
Vantagens de fazer uma Destartarização a cada 6 meses
Dezembro 14, 2018
Fracasso escolar devido às dores dentárias infantis – interferência na vida escolar
Fracasso escolar devido às dores dentárias infantis
Fevereiro 14, 2019
Excessos da alimentação e saúde oral durante o mês de Dezembro

Todos sabemos que o mês de Dezembro é fértil em abusos gastronómicos, fruto das diversas iguarias que degustamos na altura do Natal e Ano Novo. Mas, todos estes manjares, do bacalhau às filhoses, do peru ao leitão e às rabanadas têm as suas consequências. A alimentação e saúde oral são duas faces de uma mesma moeda.

Quem sofre mais com estas consequências são os nossos dentes. A alimentação e saúde oral têm de ser bem ponderadas, articulando bem entre o que se come e a forma como se trata da nossa boca. Os nossos dentes não podem ser menosprezados nesta altura de festas.

Qual a relação entre alimentação e saúde oral?

Quando ingerimos todas aquelas iguarias que todos adoramos, os nossos dentes ficam mais sujos e são sujeitos a um desgaste maior. Dessa forma, aconselha-se, chegados a Janeiro, uma visita ao dentista para uma limpeza e consulta de manutenção dentária.

Se é verdade que a alimentação e saúde oral podem conviver lado a lado, não é menos verdade que, depois de épocas festivas, importa reparar os danos feitos e visitar um especialista em medicina dentária. Ao tratar da sua boca, está a prevenir que, em natais futuros, não fique privado de comer aquilo de que tanto gosta.

O que fazer chegados a janeiro?

Depois da altura das festas, ou seja, já no mês de Janeiro, aconselha-se uma visita ao dentista para uma consulta de manutenção dentária e uma limpeza ou destartarização. É consensual que os dentes ficam muito sujos e desgastados após o período natalício, pelo que é aconselhável a sua manutenção.

Não deixe a consulta para seis meses depois. Visite o seu dentista no mês de Janeiro e faça uma recuperação dentária depois do período natalício. Não arrisque a saúde da sua boca. Recorde-se que alimentação e saúde oral podem andar de braço dado, mas com cuidado.

Para saber mais sobre alimentação e saúde oral, contate-nos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *