O que é o Cancro Oral?
Julho 11, 2019
O que é a disfunção da ATM?
Agosto 9, 2019

A halitose é o termo clínico usado para designar a presença de um hálito desagradável. Esta é uma uma condição com importante impacto social e de grande relevância para a auto-estima das pessoas afectadas. Embora possa existir alguma preocupação com a saúde oral, a grande maioria das pessoas afectadas com esta doença preocupa-se, de forma mais relevante, com as implicações sociais da halitose.

Estima-se que até cerca de 30% da população mundial possa sofrer deste problema de uma forma frequente, independentemente do sexo, idade e classe social. Num estudo realizado em Portugal,a percentagem de população atingida é de 49,5%, um valor assustador.

O que é o hálito humano e de que forma este se pode transformar numa halitose?

O hálito humano é um gás de composição complexa, onde se inserem múltiplos compostos voláteis. São diversos os factores que determinam a ocorrência destes compostos, nomeadamente o estado de saúde geral, a condição física, doenças pontuais ou crónicas, ingestão de medicamentos, dieta alimentar e estilo de vida.  

É importante ressaltar que e há também casos em que não existe uma halitose verdadeira mas sim uma sensação gustativa e olfativa gerada pela diminuição da secreção salivar, problemas digestivos, stress ou ansiedade, levando  a pessoa a crer que sofre de halitose.

Principais manifestações e diagnóstico da Halitose:

Os odores associados à halitose são variados e dependem da causa que a está a originar. Existem várias formas de diagnosticar a presença de halitose: a auto-percepção do paciente, provas olfativas e monitores de compostos sulfurados.

No entanto, a cromatografia gasosa é o método mais fiável e objectivo, mas tem o inconveniente de ser uma técnica que nem está disponível. Esta técnica permite identificar os agentes químicos responsáveis pela halitose.

De uma forma geral, a halitose é identificada de modo subjectivo através do olfacto pelo médico ou pelo médico dentista.

Tratamento para a Halitose:

O passo essencial no tratamento da halitose é a higiene oral. O tratamento das doenças gengivais, da periodontite, das cáries é muito importante e deve ser complementado com uma boa higiene oral, que deve incluir uma boa pasta dentífrica, um elixir oral e o fio dentário.

É importante informar que, quando a causa não é oral, é necessário investigar a possível causa. O tratamento irá variar em função do que for detectado.

O segredo de uma boca saudável, limpa e livre de odores indesejados passa por uma higiene oral feita em casa, com regularidade, de acordo com as instruções e recomendações do seu dentista.

Se pretende saber qual a causa do seu mau hálito, se tem halitose, venha fazer uma avaliação ao Sr. Implante.

Através de uma avaliação do seu historial médico e dentário, de um exame criterioso da sua boca, o seu dentista poderá identificar os factores responsáveis pelo seu mau hálito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *